quarta-feira, 20 de julho de 2011

SONETO DO AMIGO



HOJE, DIA DO AMIGO.....A TODOS OS QUE SÃO E SABEM SER AMIGOS DE SEUS AMIGOS DESEJO UM DIA MUITO FELIZ!!!!!


Enfim, depois de tanto erro passado
Tantas retaliações, tanto perigo
Eis que ressurge noutro o velho amigo
Nunca perdido, sempre reencontrado.

É bom sentá-lo novamente ao lado
Com olhos que contêm o olhar antigo
Sempre comigo um pouco atribulado
E como sempre singular comigo.

Um bicho igual a mim, simples e humano
Sabendo se mover e comover
E a disfarçar com o meu próprio engano.

O amigo: um ser que a vida não explica
Que só se vai ao ver outro nascer
E o espelho de minha alma multiplica...

Vinicius de Moraes

"A AMIZADE É UM AMOR QUE NUNCA MORRE"

quinta-feira, 14 de julho de 2011

O AMOR QUE VAI CHEGAR...


Lua fria, escura, sem vida…
Você distante, tudo tão triste
Vento cortante, frio na alma
Saudade, um imenso vazio
Vontade de chorar
Desistir de mim

Não te amei pra ser assim
Te amo a vida exigiu
Sumiu a lua e as estrelas…
Só existe o que não busquei
Escuridão infinda
Você distante

Vivo, só para te querer
Em algum canto e tempo
Te verei sim, vamos nos ver
Vivo porque te espero
E viverei outra vida
Sempre buscando você



Autor: Evaldo da Veiga

domingo, 10 de julho de 2011

AMOR INVULGAR...



Seguirei tuas pegadas
nas brancas dunas
da praia dos sonhos
e mesmo
que o vento sul apague
até meu clamor a ti
nem o tempo eternal
se oporá ao anseio
de eu ser o ser
que teu peito afague

Me guiarei pelas estrelas
do universo em desencanto
tão menor que meu pranto
se meu canto é esperanto
tão invulgar
utópico
longínquo
a um olhar defronte
tal meu pensar
a um amor etéreo
que destas areias
se perde no horizonte.

DESCONHEÇO AUTOR