domingo, 30 de janeiro de 2011

JULGAMENTO...


Não me julgue, porque sempre irei lhe surpreender...
Posso te olhar fixamente e ler todo seu íntimo se isso me interessar,
assim como posso te olhar e me entediar e nada captar.
Posso mover o mundo em seu favor, assim como posso ficar
parada apenas observando seu movimento...
Palavras não me impressionam...
Minha avaliação é feita antes de tudo
sobre ações... Não acredito muito no que sai da boca,
porque o que sai da boca normalmente são meras palavras que se perdem no infinito,
nestes casos prefiro o silêncio que fica, que prende, que cativa , que envolve...
Posso dizer que sou uma mulher que muito erra, mas sempre querendo acertar,
nunca querendo me render ao óbvio, aos modismos, ao geral, pois assim como voce,
sou única, e como única posso ser exatamente como sou.
Detesto o meio termo, comigo é tudo na base do muito...
Coisas amenas não me tocam
Gosto de tudo que vire minha cabeça...

Autor: Rejane B

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

UM INSTANTE NO TEMPO...

As vezes gosto de uma música sem conhecer sua letra; por sua melodia, pelo que desperta em meus sentidos. E hoje ao acaso escutei uma destas muitas músicas que me tocam e fui procurar a sua tradução e me encantei também por sua letra, então estou postando aqui para compartilhar.



Cada dia que vivo
Eu quero que seja um dia para dar o melhor de mim.
Eu sou única mas não [estou] sozinha,
Meu melhor dia ainda não é conhecido.
Eu quebrei meu coração por cada ganho,
Para provar o doce eu enfrentei o sofrimento.
Eu levanto e caio, mesmo assim, em meio a tudo, isto persiste...
Eu quero Um instante no tempo,
Quando eu for mais do que pensei que poderia ser,
Quando todos os meus sonhos estiverem a uma batida de coração de distância
E as respostas couberem todas a mim...
Conceda-me um instante no tempo,
Quando eu estiver correndo com o destino,
Então, naquele instante do tempo,
Eu sentirei, eu sentirei a eternidade...
Eu tenho vivido para ser a melhor,
Eu quero tudo, não há tempo para menos.
Eu tracei os planos,
Agora tenho a chance aqui nas minhas mãos.
Conceda-me um instante no tempo
Você é um vencedor durante uma vida
Se você aproveitar aquele instante no tempo,
Faça-o brilhar...
Conceda-me
Um instante no tempo...
Eu serei, eu serei livre

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

DEIXAR IR...


Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final...
Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver.
Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos. Não importa o nome que damos, o que importa é deixar pr trás os momentos da vida que já se acabaram.
Você pode passar muito tempo se perguntando por que isso aconteceu....
Pode dizer para si mesma que não dará mais um passo enquanto não entender as
razões que levaram certas coisas, que eram tão importantes e sólidas em sua
vida, serem subitamente transformadas em pó. Ninguém pode estar ao mesmo tempo
no presente e no passado, nem mesmo quando tentamos entender as coisas que
acontecem conosco.
O que passou não voltará...As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas
realmente possam ir embora...
Por isso é tão importante (por mais doloroso que seja!) sair do mesmo lugar, simplesmente mudar. Tudo neste mundo visível é uma manifestação do mundo
invisível, do que está acontecendo em nosso coração... e o desfazer-se de
certas coisas significa também abrir espaço para que outras tomem o seu lugar.
Deixar ir embora. Soltar. Desprender-se.
Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, portanto às vezes
ganhamos, e às vezes perdemos.
Não espere que devolvam algo, não espere que reconheçam seu esforço, que
descubram seu gênio, que entendam seu amor. Pare de ligar sua televisão
emocional e assistir sempre ao mesmo programa, que mostra como você sofreu com
tudo isso: Vc estará apenas se envenenando, e nada mais.
Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo, sem aquela
pessoa - nada é insubstituível, um hábito não é uma necessidade.
Pode parecer óbvio, pode mesmo ser difícil, mas é muito importante.
Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba,
mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida.
Feche a porta, mude o disco, sacuda a poeira e dê a volta por cima.
Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é. Torna-te uma pessoa Feliz e assegura-te de que sabes bem quem vc é, antes de conhecer alguém e de esperar que essa pessoa reconheça isso..

E lembre-se:

Tudo o que chega, chega sempre por alguma razão... E tudo que vai....também!

Deconheço autor.
Recebi esta mensagem de uma amiga e adorei.

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

TODA NOITE...


A noite me leva ao meu ofício
Isso ja se tornou um vício
Toda noite um exercício
Não importa o sacrifício
Mesmo que seja difícil
Trará muito beneficío.

Relembro o meu passado...
A tudo que eu tenha amado
Ou mesmo menosprezado,
Cada momento vivenciado
Cada fato que me há marcado
Tudo serve como aprendizado.

Deleto algumas coisas da memória
Invento partes da história
E a insatisfação se faz notória.

Me desprendo deste sentimento
Pra afastar o sofrimento
Que não ajudaria no momento.

Preciso me entender
Para muitas coisas compreender
E não mais me deixar perder
Antes que venha o amanhecer
E eu volte a adormecer
Sem conseguir me conhecer.

Passo entao a refletir
E me obrigo a admitir
Que não devo me omitir
Nao vou mais pra mim mentir
Passo entao a me sentir
E por fim a existir.

E como se finalmente
Me colocasse uma lente
Pra que eu me veja inteiramente,
Começo a me analisar
Sem a nada minimizar
E sem me importar com o pesar.

Expresso pra mim, minhas emoções
Reconheço imperfeições
Fica claro certas intenções
Entendo o porque de algumas ações
Penso até em correções...
Aprendo mais umas lições.

Mas aí o amanhecer entra em ação
Não conto mais com a escuridão
E a claridade me prende a razão,
Então coloco os pés no chão,
Me contento com esta pequena evolução
E mais uma vez fecho o meu coração...

Autoria: Aemieni

PERFIL...


...escondido em palavras o meu coração esta.
Dependente do amor continuarei sendo...
...mesmo que para isso eu tenha que aprender a admirar um novo pôr do sol.
Faço da amizade a minha grande fortaleza...

...dos meus sentimentos vou lapidando o diamante que dentro de mim se esconde.
Não quero nada que não seja mágico, nem tão pouco algo que me provoque lágrimas...
...quero que o destino conduza a minha felicidade sem me impor limites,
...da loucura quero coragem , da flor o mais puro perfume e da vida a mais intensa inspiração.

Autor: Luis Carlos Leboutte

PAR PERFEITO...


"Uma mulher que toque a minha alma com os olhos...
que descreva o significado da beleza na simplicidade de um sorriso...
que cante e dance na chuva...
que suspire ao ganhar uma rosa...
que busque conforto no calor de um abraço...
...que saiba expressar o quanto ama no sussurro silencioso de um beijo" !!!!

Autor: Luis Carlos Leboutte
... um amigo recente, que também tem os sentimentos À Flor da Pele.

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

FAZER SENTIDO...



Tudo tem que ser exato pra poder fazer sentido...

Não vejo sentido algum nisso...já que só conheço trechos...
Pra ser exato, tem que ser inteiro...e o que o é?
Sou cheia de metades que tomam lugar de um inteiro nunca preenchido...
e que é notado como um “todo” formado de um monte de pedaços colados que se encaixam no medo do abismo entre as pedras assimétricas do mosaico ligando uma estória em outra...
Sem planalto e depressões, não significa estar livre da circunferência.
De dentro dela, as vontades criam pontas querendo estourar a bolha sem ferir a pele...mas o que não se fere quando algo estoura?
As mãos invisíveis na minha garganta apertam, com força, minhas emoções, que vazam pelos meus olhos, que nada mais são que portas abertas da minha alma lançando a injeção e aplicando pra fora o que nasce do espaço vazio aqui dentro...é a reveladora insensatez produzindo água que morre nos olhos mas nasce na boca...
E, o meu semblante, que representa o formato físico das minhas químicas mentais trabalha para definir o flash do que eu quero e pra quem quero mostrar...ingenuamente acreditando ter o controle pra tanto, ..
Nostalgia e sensibilidade pintam minha imagem com palavras soltas e sem destino, sem formato e com muito fato, sem saber pra quem contar...
Tudo bem, acho que só chorar adianta...vou ser criança ainda sem saber falar...
Também acho que as cores do que escrevo estão opacas, a cola está fraca, o mosaico incompleto e nada mais vou dividir...já que pra mim, o que vale é juntar

Autoria: Eliane

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

MEU SILÊNCIO...



Talvez hoje não entenda meu silêncio,
E minha ausência aparentemente sem motivos
possa causar estranhezas.
Entenda que não foi covardia nem medo de prosseguir.
Os sentimentos guardados em meu peito, somente Deus pode testemunhar.
As lutas para seguir têm sido tão árduas e intensas,
que em momentos tenho perdido a ciência do que sou e do que me fiz.
Projetei em palavras corretas e sorrisos perfeitos o que achei coerente ao que esperavam de mim
E me vi sozinha com meus fantasmas e medos,
agachada no vazio do meu mundo, esperando que alguém me notasse, ascendesse às luzes me tirando dali.
Ofereceram-me velas, de fortes chamas e pouco constantes, que se apagavam a cada sopro de vento vindo sobre mim,
tornando este silêncio ainda maior,
esfriando todo calor existente no meu ser,
e me convidando a sentir o sabor amargo de ainda estar só.

Autoria: Susilene Thomson

LUCIDEZ PERIGOSA...


Estou sentindo uma clareza tão grande
que me anula como pessoa atual e comum:
é uma lucidez vazia, como explicar?
assim como um cálculo matemático perfeito
do qual, no entanto, não se precise.

Estou por assim dizer
vendo claramente o vazio.
E nem entendo aquilo que entendo:
pois estou infinitamente maior que eu mesma,
e não me alcanço.
Além do que:
que faço dessa lucidez?
Sei também que esta minha lucidez
pode-se tornar o inferno humano
- já me aconteceu antes.

Pois sei que
- em termos de nossa diária
e permanente acomodação
resignada à irrealidade
- essa clareza de realidade
é um risco...

Clarice Lispector

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

AMAR CRIA RAIZ.


Amar cria raiz, sim. Cria,independentemente de ser verbalizado.
Basta sentir o amor para que fiquemos dependentes dele, uma dependência boa, daquilo que nos faz sentir vivos.

Não consigo imaginar nada mais satisfatório do que amar, e mesmo não sabendo o que o amor significa, sei o que representa.
É o que nos faz, no meio de uma multidão, destacar alguém que se torna essencial para nosso bem-estar, e o nosso para o dele.
É receber uma atenção exclusiva e oferta-la na mesma medida. Ter uma intimidade milagrosa com a alma de alguém, com o corpo de alguém, e abrir-se para essa mesma pessoa de um jeito que não se conseguiria jamais abrir para si mesmo, porque só o outro é que tem a chave desse cofre.
O amor é uma subversão, e seu vigor nunca será encontrado em amizades ou parentescos.
Todas as palavras já foram usadas para defini-lo: magia, surpresa, visceralidade, entrega, completude, requinte, deslumbre, sorte, conforto, poesia, gozo...
Amar prescinde de entendimento.

Então, gaste seu amor. Usufrua-o até o fim.
Enfrente os bons e os maus momentos, passe por tudo que tiver que passar, não se economize.
Sinta todos os sabores que o amor tem, desde o adocicado do início até o amargo do fim, mas não saia da história na metade.

Amores precisam dar a volta ao redor de si mesmo, fechando o próprio ciclo.
Isso é que libera a gente para ser feliz de novo.

Martha Medeiros

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

CÂNTICO DA ESPERANÇA.



Não peça eu nunca
para me ver livre de perigos,
mas coragem para afrontá-los.

Não queira eu
que se apaguem as minhas dores,
mas que saiba dominá-las
no meu coração.

Não procure eu amigos
no campo da batalha da vida,
mas ter forças dentro de mim.

Não deseje eu ansiosamente
ser salvo,
mas ter esperança
para conquistar pacientemente
a minha liberdade.

Não seja eu tão covarde, Senhor,
que deseje a tua misericórdia
no meu triunfo,
mas apertar a tua mão
no meu fracasso!

Rabindranath Tagore, in "O Coração da Primavera"
Tradução de Manuel Simões

UM NOVO ANO COMEÇA...


Que nesse ano possamos sonhar,
E acreditar, de coração, que podemos realizar cada um de nossos sonhos,
Que esses sonhos possam ser compartilhados pelo bem,
E que eles tenham força de transformar velhos inimigos em novos amigos verdadeiros,
Que nesse ano possamos abraçar,
E repartir calor e carinho,
Que isso não seja um ato de um momento,
Mas a história de uma vida.
Que nesse ano possamos beijar,
E com os olhos fechados, tocar o sabor da alma,
Que tenhamos tempo para sentir toda a beleza da vida,
E que saibamos senti-la em cada coisa simples,
Que nesse ano possamos sorrir,
E contagiar a todos com uma alegria verdadeira,
Que não sejam necessárias grandes justificativas para nosso sorriso,
Apenas a brisa do viver,
Que nesse ano possamos cantar,
E dizer coisas da vida,
Que não sejam apenas músicas e letras,
Mas que sejam canções e sentimentos,
Que nesse ano possamos agradecer,
E expressar a Deus e a todos: “Muito Obrigado!”,
Que nesse “todos” não sejam incluídos apenas os amigos,
Mas também aqueles que, nos colocando dificuldades, nos deram oportunidades de sermos melhores.
E assim começamos mais um Ano Novo,
Um dia que nasce, um primeiro passo, um longo caminho,
Um desafio, uma oportunidade e um pensamento:
Que nesse ano sejamos, Todos, Muito Felizes!”

Desconheço autor.