domingo, 26 de setembro de 2010

POEMA DA PAZ


O dia mais belo? Hoje.
A coisa mais fácil? Equivocar-se.
O obstáculo maior? O medo.
O erro maior? Abandonar-se.

A raiz de todos os males? O egoísmo.
A distração mais bela? O trabalho.
A pior derrota? O desalento.
Os melhores professores? As crianças.

A primeira necessidade? Comunicar-se.
O que mais faz feliz? Ser útil aos demais.
O mistério maior? A morte.
O pior defeito? O mau humor.

A pessoa mais perigosa? A mentirosa.
O sentimento pior? O rancor.
O presente mais belo? O perdão.
O mais imprescindível? O lar.

A estrada mais rápida? O caminho correto.
A sensação mais grata? A paz interior.
O resguardo mais eficaz? O sorriso.
O melhor remédio? O otimismo.

A maior satisfação? O dever cumprido.
A força mais potente do mundo? A fé.
As pessoas mais necessárias? Os pais.
A coisa mais bela de todas? O amor.

MADRE TEREZA DE CALCUTÁ

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

COM O TEMPO...


Com o tempo...
Você aprende que estar com alguém só porque esse alguém lhe oferece um bom futuro, significa que mais cedo ou mais tarde você irá querer voltar ao passado...

Com o tempo...
Você se dará conta que casar só porque “está sozinho(a)”, é uma clara advertência de que o seu matrimônio será um fracasso...

Com o tempo...
Você compreende que só quem é capaz de lhe amar com os seus defeitos, sem pretender mudar-lhe, é que pode lhe dar toda a felicidade que deseja...

Com o tempo...
Você se dará conta de que se você está ao lado de uma pessoa só para não ficar sozinho(a), com certeza uma hora você vai desejar não voltar a vê-la...

Com o tempo...
Você se dará conta de que os amigos verdadeiros valem mais do que qualquer montante de dinheiro...

Com o tempo...
Você entende que os verdadeiros amigos se contam nos dedos, e que aquele que não luta para os ter, mais cedo ou mais tarde se verá rodeado
unicamente de amizades falsas...

Com o tempo...
Você aprende que as palavras ditas num momento de raiva, podem continuar a magoar a quem você disse, durante toda a vida...

Com o tempo...
Você aprende que desculpar todos o fazem, mas perdoar, só as almas grandes o conseguem...

Com o tempo...
Você compreende que se você feriu muito um amigo, provavelmente a amizade jamais será a mesma...

Com o tempo...
Você se dá conta de que cada experiência vivida com cada pessoa, é irrepetível...

Com o tempo...
Você se dá conta de que aquele que humilha ou despreza um ser humano,
mais cedo ou mais tarde sofrerá as mesmas humilhações e desprezos,
só que multiplicados...

Com o tempo...
Você aprende a construir todos os seus caminhos hoje, porque o terreno de amanhã é demasiado incerto para fazer planos...

Com o tempo...
Você compreende que apressar as coisas ou forçá-las para que aconteçam, fará com que no final não sejam como você esperava...

Com o tempo...
Você se dará conta de que, na realidade, o melhor não era o futuro,
mas sim o momento que estava vivendo naquele instante...

Com o tempo...
Você aprende que tentar perdoar ou pedir perdão, dizer que ama, dizer que sente falta, dizer que precisa, dizer que quer ser amigo... ...junto de um caixão... ...deixa de fazer sentido...

Por isso, recorde sempre estas palavras:
O homem torna-se velho muito rápido e sábio demasiado tarde.
Exatamente quando:
JÁ NÃO HÁ TEMPO!

autor desconhecido

PRIMAVERA...ESTAÇÃO DAS CORES


Sim..finalmente depois de um inverno frio, cinzento, e triste...
chega de mansinho, a tão esperada estação das cores, dos perfumes, da brisa suave nos finais de tarde...
...a Primavera
Que venha forte,linda...germinando novas sementes
E que brotem novas esperanças, novos projetos, novas alegrias..
A magia da metamorfose acontece agora!
É momento de deixar o casulo do inverno e renascer...de se deixar envolver pelo milagre da renovação...
de andar por caminhos coloridos formados pelas diferentes classes de flores,
de sentir a brisa acariaciar seus cabelos suavemente
de fechar os olhos e respirar fundo, sentindo a delicada fragrancia que flutua no ar e te envolve como um doce abraço,
de sentir que os anseios da alma tambem se renovam e buscam a luz.
E que essa luz seja seu guia, acompanhado do bater de asas das borboletas, lhe conduzindo até o arco iris, onde tudo é belo, onde todo sonho é realizado, onde enfim está a verdadeira felicidade.

Autor: Rejane B

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

A VERDADE


A porta da verdade estava aberta,
Mas só deixava passar
Meia pessoa de cada vez.
Assim não era possível atingir toda a verdade,
Porque a meia pessoa que entrava
Só trazia o perfil de meia verdade,
E a sua segunda metade
Voltava igualmente com meios perfis
E os meios perfis não coincidiam verdade...
Arrebentaram a porta.
Derrubaram a porta,
Chegaram ao lugar luminoso
Onde a verdade esplendia seus fogos.
Era dividida em metades
Diferentes uma da outra.
Chegou-se a discutir qual
a metade mais bela.
Nenhuma das duas era totalmente bela
E carecia optar.
Cada um optou conforme
Seu capricho,
sua ilusão,
sua miopia.

Carlos Drummond de Andrade

DESENCANTAR-SE


Sentimento de estranheza!
Estranho é o desencantar-se...
Desencantar-se é perder a energia que você depositava em algo ou alguém, é não ter vontade nenhuma para com, nenhuma curiosidade movida, é criar distâncias. Desencantar-se é não querer mais ter cuidado, é não se importar, é dar um corte na corda que segurava o laço.
É perder a fé. É sentir nada.

Desencantar-se é ver as quimeras perdidas, ilusões estas que nós mesmos depositamos e que na real só poderiam dar certo se fossem uma via de mão dupla...e não eram.
É mudar o foco, deixar pra trás o que perdeu o viço. É dar á outras formas o encantamento.
O movimento é esse e quando nos damos conta disso, é estranho...

Nos desencantamos com as pessoas, com as coisas. Empoderamos o objeto das expectativas (artifícios) que nem nós conseguimos dar conta concluir sozinhos; colocamos as nossas capacidades á mercê e queremos achar culpados: era o autor daquele livro que perdeu a inspiração, era o curso de línguas que era ruim, era a pessoa que não prestava...e tantos outros era.
Somos inventores! Somos cheios de truques. Vivemos de realidade ilusória.
Esquecemos que expectativa é probabilidade.

O desencanto é encontrar-se, ainda que não se saiba.
Na verdade nossas expectativas eram nossas, só nossas e o que tem o algo ou alguém haver com isso? Nada...Cada um é responsável por si e pelo que deseja, como disse tão bem Fritz Pelrs.
O que nos salva ? Os outros encantamentos; restos de ilusão.
Pequenas e grandes mortes simbólicas virão, assim como pequenos e grandes encantamentos...Morrendo para dar lugar a algo novo...

Enfim, desencantar-se é estar livre...
Reféns de (quase) nada somos.
Debandos permanentes.
E a vida corre.
Contrastes!


Autor: Luh Tonato

QUERO...


Quero estar na sua vida
mas nem amiga, nem amante
nem tão perto, nem distante.

Quero na sua vida ser somente importante.
Não interessa por qual porta eu entre
quero entrar na sua vida docemente
me instalar delicadamente.

Quero estar na sua vida
esteja ela alegre ou coflitante
tranquila ou angustiante
Quero ficar na sua vida por um longo tempo
estar presente em todo momento.

Quero estar na sua vida de um jeito diferente,
nem de costas nem de frente
caminhando lado a lado
num silencio acomodado.

Quero estar na sua vida discreta
mas sempre com a porta aberta
sempre pronta pra lhe receber
faça chuva ou faça sol dentro de voce.

Quero ser na sua vida eterna
mas nunca lhe prender, nem lhe pertencer
sem cobranças, sem vinganças
sem grandes metas
somente presente, eternamente....

desconheço autor.

sábado, 18 de setembro de 2010

"QUANDO VOCÊ SE ENCANTA"...


Não há nada mais delicioso
que sentir-se encantado.
É quando tudo fica mais gostoso...
tudo passa a ser estímulo!
Parece que seus pés
estão pisando em flocos de nuvens
pintadas com as cores do arco-íris.
Brota um sorriso maroto nos lábios,
brilham os olhos
dá vontade de permanecer sempre acordado.
As glândulas salivares disparam...
arrepios percorrem a pele,
vibram as palmas das mãos,
um suave torpor invade todo o corpo
e uma ligeira vertigem
acompanha cadapensamento...
Tudo se transforma em doce lembrança,
é tudo encanto!!
Em lugar de sentir-se cativo,
você curte uma forte sensação de liberdade,
aumenta seu vigor, sua alegria de viver,
o mundo parece envolto numa suave nuvem
cor-de rosa,as coisas já não o aborrecem tanto
porque tudo é menor, infinitamente menor,
e ninguém consegue penetrar
nesse universo tão restrito.
Seu olhar fica mais doce,
todos os sentidos se aguçam,
você passa a ser dono de uma coisa
que não pertence a mais ninguém.
Alguns chamam a isso de paixão,
outros de amor, atração, empatia, tesão...
Eu acho que é a mais perfeita alquimia...
E tal qual bruxos, fadas, feiticeiros ou duendes...
carregamos bem guardado o motivo
dessa incrível sensação
atrás do mistério de um sorriso...
e fica assim decidido:
uma metade do segredo é toda sua,
e a outra metade será eternamente minha.... !!

Sylvia Cohin

AMOR PERFEITO


Não existe amor perfeito, se o coração não é perfeito.
Amor não se pesa, não se mede, não se avalia. Não se dá, não se perde,
não se rouba.
O amor sozinho é suficiente a si mesmo.
O que nos resta é a nossa capacidade para entendê-lo, acolhê-lo e tomarmos conta dele sem que possamos alterá-lo na nossa vida de alguma forma.

O amor se oferece a nós gratuitamente, como todo dom. Mas questionamos sempre.
E tropeçamos nas nossas pernas tentando moldá-lo ao nosso jeito, à nossa visão, à nossa vontade como se ele fosse uma coisa qualquer que pudesse ser modificada.

Somos pequenos e o amor é grande; somos pequenininhos e o amor é imenso,
rico, cheio de mistérios e felicidades que nem podemos imaginar que existam.
E perdemos o amor porque perdemos a razão dele. Perdemos, porque perdemos o
senso de nos contentar com o que ele pode nos oferecer. Perdemos, porque
exigimos demais, cobramos demais, sufocamos demais.

Ser feliz no amor é guardar a capacidade de vê-lo feliz.
Se fazemos dos nossos braços uma prisão em nome do amor, a quem fazemos feliz?
Com nossa insaciável sede de querer ter sempre mais do que a vida nos oferece acabamos sem nada, porque não soubemos valorizar o pouco, mas verdadeiro, que recebemos. Jogamos fora com nossas mãos o que nelas foi colocado para ser bênção. E tudo isso porque somos humanos, seres feridos e cheios de cicatrizes, sangrados e machucados pelos percalços da vida.

Mas quando amamos muito uma pessoa, precisamos aprender a deixar a própria dor de lado de vez em quando, para estar do lado da pessoa amada, principalmente se sabemos que essa pessoa está ferida também.

E não é bom questionar o amor, mas vivê-lo; porque o amor em si, mesmo imperfeito, já é um presente sem preço.

autor: Letícia Thompson

DESEJO


Desejo primeiro que você ame,
E que amando, também seja amado.
E que se não for, seja breve em esquecer.
E que esquecendo, não guarde mágoa.

Desejo, pois, que não seja assim,
Mas se for, saiba ser sem desesperar.

Desejo também que tenha amigos,
Que mesmo maus e inconseqüentes,
Sejam corajosos e fiéis,
E que pelo menos num deles
Você possa confiar sem duvidar.
E porque a vida é assim,

Desejo ainda que você tenha inimigos.
Nem muitos, nem poucos,
Mas na medida exata para que, algumas vezes,
Você se interpele a respeito
De suas próprias certezas.
E que entre eles, haja pelo menos um que seja justo,
Para que você não se sinta demasiado seguro.

Desejo depois que você seja útil,
Mas não insubstituível.
E que nos maus momentos,
Quando não restar mais nada,
Essa utilidade seja suficiente para manter você de pé.

Desejo ainda que você seja tolerante,
Não com os que erram pouco, porque isso é fácil,
Mas com os que erram muito e irremediavelmente,
E que fazendo bom uso dessa tolerância,
Você sirva de exemplo aos outros.

Desejo que você, sendo jovem,
Não amadureça depressa demais,
E que sendo maduro, não insista em rejuvenescer
E que sendo velho, não se dedique ao desespero.
Porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor e
É preciso deixar que eles escorram por entre nós.

Desejo por sinal que você seja triste,
Não o ano todo, mas apenas um dia.
Mas que nesse dia descubra
Que o riso diário é bom,
O riso habitual é insosso e o riso constante é insano.

Desejo que você descubra ,
Com o máximo de urgência,
Acima e a respeito de tudo, que existem oprimidos,
Injustiçados e infelizes, e que estão à sua volta.

Desejo ainda que você afague um gato,
Alimente um cuco e ouça o joão-de-barro
Erguer triunfante o seu canto matinal
Porque, assim, você se sentirá bem por nada.

Desejo também que você plante uma semente,
Por mais minúscula que seja,
E acompanhe o seu crescimento,
Para que você saiba de quantas
Muitas vidas é feita uma árvore.

Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro,
Porque é preciso ser prático.
E que pelo menos uma vez por ano
Coloque um pouco dele
Na sua frente e diga "Isso é meu",
Só para que fique bem claro quem é o dono de quem.

Desejo também que nenhum de seus afetos morra,
Por ele e por você,
Mas que se morrer, você possa chorar
Sem se lamentar e sofrer sem se culpar.

Desejo por fim que você sendo homem,
Tenha uma boa mulher,
E que sendo mulher,
Tenha um bom homem
E que se amem hoje, amanhã e nos dias seguintes,
E quando estiverem exaustos e sorridentes,
Ainda haja amor para recomeçar.

E se tudo isso acontecer,
Não tenho mais nada a te desejar ".

autor: Victor Hugo

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

À FLOR DA PELE


Sou louca quando tento viver normalmente;
Sou silêncio quando grito palavras ao vento;
Sou pouca quando me possuo pelo muito;
Sou fraca quando a força é preciso;
Sou triste quando morro de alegria;
Sou medo quando me encho de coragem;
Sou perdida quando encontro um caminho,
Sou vazia quando tiro a poesia.
Sou a reta quando a curva me envolve.
Sou salva quando a água me afoga.
Sou laço quando o nó é dado em cego.
Sou tudo quando nada me acontece.
Sou Mulher á flor da pele....

desconheço autor

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

QUASE...



Ainda pior que a convicção do não e a incerteza do talvez é a desilusão de um quase. É o quase que me incomoda, que me entristece, que me mata trazendo tudo que poderia ter sido e não foi.
Quem quase ganhou ainda joga, quem quase passou ainda estuda, quem quase morreu está vivo, quem quase amou não amou. Basta pensar nas oportunidades que escaparam pelos dedos, nas chances que se perdem por medo, nas idéias que nunca sairão do papel por essa maldita mania de viver no outono.

Pergunto-me, às vezes, o que nos leva a escolher uma vida morna; ou melhor não me pergunto, contesto. A resposta eu sei de cór, está estampada na distância e frieza dos sorrisos, na frouxidão dos abraços, na indiferença dos "Bom dia", quase que sussurrados. Sobra covardia e falta coragem até pra ser feliz. A paixão queima, o amor enlouquece, o desejo trai. Talvez esses fossem bons motivos para decidir entre a alegria e a dor, sentir o nada, mas não são. Se a virtude estivesse mesmo no meio termo, o mar não teria ondas, os dias seriam nublados e o arco-íris em tons de cinza. O nada não ilumina, não inspira, não aflige nem acalma, apenas amplia o vazio que cada um traz dentro de si.

Não é que fé mova montanhas, nem que todas as estrelas estejam ao alcance. Para as coisas que não podem ser mudadas resta-nos somente paciência, porém, preferir a derrota prévia à dúvida da vitória é desperdiçar a oportunidade de merecer. Pros erros há perdão; pros fracassos, chance; pros amores impossíveis, tempo. De nada adianta cercar um coração vazio ou economizar alma. Um romance cujo fim é instantâneo ou indolor não é romance. Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar. Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu.

autor: Luiz Fernando Veríssimo

terça-feira, 14 de setembro de 2010

SIMPLES ASSIM...


Tenho defeitos..., erro e às vezes falo coisas das quais depois humildemente me arrependo.

Quero que alguém apareça e me diga que não existe neste mundo um ser humano que nunca errou, pecou ou não disse algo no qual depois se arrependeu.

E se um dia isso acontecer eu então direi a todos que quiserem ouvir que eu sou especial ou então não pertenço a este mundo e pedirei perdão e desculpas aos que por mim passaram e foram de alguma forma ofendidos..

Ás vezes, é preciso esquecer um pouco a pressa e prestar mais atenção em todas as direcoes ao longo do caminho...

A pressa cega os olhos.

E deixamos de observar tantas coisas boas e belas que acontecem ao nosso redor.
Ás vezes, o que precisamos está tão próximo...

Passamos, olhamos, mas não enxergamos..!!!

Nao basta apenas olhar..!!!
É preciso olhar com os olhos, enxergar com a alma e apreciar com o coração...!!! "
As vezes é preciso perder para dar valor.
É preciso chorar para aprender a amar.
É preciso confiar para se entregar e ainda assim, é preciso ouvir para nunca gritar...

Todos irão sofrer um dia, para saber o verdadeiro sentido da felicidade!
Muitas vezes deixamos de lutar pelo que realmente queremos, pelo simples fato de não querermos ouvir um nao...

Errar é humano, perdoar é preciso, e correr atras daquilo que realmente queremos é uma obrigacão nossa!!

Viva, ame, pense, erre e depois do erro corra atras de refazer o seu acerto, pois nada é para vida toda...

Sou alguém que erra ;
Alguém que acerta ;
Alguém com defeitos ;
Alguém com qualidades ;
Alguém com a cabeça dura ;
Alguém que tem sentimentos ;
Alguém que curte a vida ao máximo;

Eu sou simplesmente....,
Alguém com muita vontade de viver ..

autor desconhecido

UMA LIÇÃO


A vida me ensinou...
A dizer adeus às pessoas que amo, sem tira-las do meu coração;
Sorrir às pessoas que não gostam de mim, para mostrar-lhes que sou diferente do que elas pensam;
Fazer de conta que tudo está bem quando isso não é verdade, para que eu possa acreditar que tudo vai mudar;
Aprender com meus erros.
Sorrir quando o que mais desejo é gritar todas as minhas dores para o mundo, a ser forte quando os que amo estão com problemas;
Ser carinhosa com todos que precisam do meu carinho;
Ouvir a todos que só precisam desabafar;
Amar aos que me machucam ou querem fazer de mim depósito de suas frustrações e desafetos;
Perdoar incondicionalmente, pois já precisei desse perdão;
Amar incondicionalmente, pois também preciso desse amor;
A pedir perdão;
A sonhar acordada;
A acordar para a realidade!!!

desconheço autor

domingo, 12 de setembro de 2010

ALMA DE MULHER


"SER MULHER É TER A ARROGÂNCIA DE VIVER APESAR DOS DISSABORES, DAS DESILUSÕES, DAS TRAIÇÕES E DAS DECEPÇÕES... É CAMINHAR NA DÚVIDA CHEIA DE CERTEZAS...É SER ENGANADA E SEMPRE DAR MAIS UMA CHANCE....É CAIR NO FUNDO DO POÇO E EMERGIR SEM AJUDA...É ENTENDER AS FASES DA LUA POR TER SUAS PROPRIAS FASES..."

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

PESSOAS SÃO COMO MUSICAS

Você já percebeu ???
Elas entram na vida da gente
e deixam sinais.
Como a sonoridade do vento ao final da tarde.
Como os ataques de guitarras e metais presentes em cada clarão da manhã.
Olhe a pessoa que está ao seu lado e você vai descobrir, olhando fundo, que há uma melodia brilhando no disco do olhar. Procure escutar.
Pessoas foram compostas para serem ouvidas, sentidas, compreendidas, interpretadas.
Para tocarem nossas vidas com a mesma força do instante em que foram criadas, para tocarem suas próprias vidas com toda essa magia de serem músicas.

E de poderem alçar todos os vôos, de poderem vibrar com todas as notas, de poderem cumprir, afinal, todo o sentido que a elas foi dado pelo Compositor.

Pessoas têm que fazer sucesso.

Mesmo que não estejam nas paradas.

Mesmo que não toquem no rádio.

Autor: José Oliva



Música é tudo...pessoas são tudo...


CAMINHOS...


"Existem caminhos para quem quer caminhar.
Existem caminhos para qualquer lugar.
Caminhos escuros, perigosos, trilhas estranhas,
e estradas largas cruzando planícies tamanhas
Que nunca se sonhou poder atravessar.

Existem caminhos verdejantes e belos
que nos levam de castelo em castelo,
de covil em covil, através dos bosques
cheios de fadas e feras, terras das hostes
das pessoas feitas de sonhos, imaginárias...

Existem caminhos sempre
Basta persistir e seguir.
Os Deuses da estrada abençoam
aquele que não se deixa cair.

Eu só quero encontrar o jardim
no qual eu possa me deitar e sonhar..."

Autor: Daniel Duende

AMIZADE


Pode ser que um dia deixemos de nos falar...
Mas, enquanto houver amizade,
Faremos as pazes de novo.

Pode ser que um dia o tempo passe...
Mas, se a amizade permanecer,
Um de outro se há-de lembrar.

Pode ser que um dia nos afastemos...
Mas, se formos amigos de verdade,
A amizade nos reaproximará.

Pode ser que um dia não mais existamos...
Mas, se ainda sobrar amizade,
Nasceremos de novo, um para o outro.

Pode ser que um dia tudo acabe...
Mas, com a amizade construiremos tudo novamente,
Cada vez de forma diferente.
Sendo único e inesquecível cada momento
Que juntos viveremos e nos lembraremos para sempre.

Há duas formas para viver a sua vida:
Uma é acreditar que não existe milagre.
A outra é acreditar que todas as coisas são um milagre.

Autor: Albert Einstein

AOS POUCOS...


Aos poucos você foi chegando...
Escrevendo sua história...
Nas páginas da vida....
Num cenário que o destino escolheu...
Trazendo novas emoções... Para um coração já cansado...
Obedecendo a regras e leis...
Que não sei bem quem as ditou...
Na mesma proporção que ascende os desejos...
Inventa ilusões e alimenta fantasias...
Ousa... Invade... Domina...

Como se nada mais existisse...
Aproxima-se...
De novo me faz acreditar...
Renovando sentimentos e conceitos...
Liberta um coração aprisionado na comodidade...
Onde certo e errado se confundem...
Se tornando apenas inevitável...

Mistura de sentimentos...
Que me faz assim...
Ousada...
Na busca do que tem que ser agora...
Talvez pelo medo de uma nova perda...
É que o amanhã me parece longe demais...
Imprevisível e frágil...
Reavaliar sentimentos...
E recomeçar não é fácil... Porem,
O momento é agora!!!

Autor: Nennika