sexta-feira, 2 de setembro de 2011

FRÁGIL...


As vezes tenho medo desse amor que é tão grande dentro de mim.
Bate tão forte no meu peito,que assusta o meu coração.
É um amor sincero,cauteloso,ansioso não tem ilusão.
Sinto esse amor forte,corajoso,impulsivo mas carinhoso em
qualquer situação.
Esse amor destemido,no fundo carente não é prepotente,
tem emoção
Chora com o medo,briga com a tristeza,ri da folia foge da ilusão.
Mas sempre volta,batendo forte no meu coração.
É um amor verdadeiro,frágil,valente que precisa de carinho.
Mas que tem medo da solidão...

Autor:Celi Luzzi

Nenhum comentário:

Postar um comentário